Home / Notícias do Mercado / 18 fatos sobre ecommerce em 2015
fatos sobre ecommerce 2015

18 fatos sobre ecommerce em 2015

Apresentamos a seguir 18 fatos que marcaram o e-commerce em 2015. São os principais temas que foram os destaques no ano:

1. Cada vez mais vemos e-commerce de nicho, as lojas se especializando em vender produtos para um público bastante especifico. Um exemplo é uma loja de calçados especializada para quem tem pés pequenos.

2. A escolha da plataforma certa é um dos fatores-chave para o sucesso do e-commerce. Ficar trocando de plataforma no meio da operação pode causar grandes prejuizos. A migração saudável é super importante para evitar deixar os clientes na mão.

3. Os meios de pagamento são determinantes na expansão do e-commerce. Ainda é muito comum termos clientes com o pagamento online negado. É preciso encontrar caminhos para transformar essa situação.

4. Grandes lojas como o Walmart investem cada vez mais em centros de distribuição modernos e mais eficientes. Tudo isso para organizar e enviar pacotes mais rápido e a um menor custo.

5. Faturamento é a principal métrica do desempenho do e-commerce. Dados de mercado mostram que o e-commerce deve faturar R$43 milhões em 2015. E as vendas continuam crescendo.

6. Saber administrar o e-commerce é essencial para superar os novos desafios. Em momentos de crise saber como gerenciar a loja virtual é essencial para não sentir a queda nos rendimentos.

[Tweet “18 fatos sobre ecommerce em 2015”]

7. Saber precificar preços ainda é um problema para muitas lojas virtuais. A precificação automatizada pode ajudar a elevar as vendas.

8. Oferecer muitos descontos é a principal forma de promoção de vendas. A taxa média no e-commerce é de 8% de desconto na compra de produtos no pagamento à vista.

9. E-commerce segue se expandindo fora da região Sudeste, com destaque para o Nordeste que é a região que mais cresce no Brasil.

10. Tributação é tema novo que merece mais atenção. Na pauta de discussões está o convênio que traça as novas diretrizes para recolhimento de ICMS, visando a padronização das alíquotas do e-commerce brasileiro.

11. Performance da página e velocidade são fatores a se observar mais atentamente. O e-commerce pelo celular exige plataformas leves e práticas.

12. Os 20 maiores sites de e-commerce continuam dominando o mercado. Os grandes players do comércio eletrônico ganham a cada dia mais presença de mercado no Brasil.

13. Atraso na entrega é o principal problema do e-commerce, mas não é o único. Dados do mercado mostram que 61% das lojas virtuais atrasam a entrega dos produtos.

14. Grandes marcas como a Arezzo se lançam ao e-commerce. A Arezzo está chegando com um canal de e-commerce para a marca principal da companhia.

15. Sites estrangeiros como AliExpress chegam e começam cada vez mais a abocanhar o mercado. Trata-se simplemente de um dos maiores sucessos no e-commerce ao nível mundial.

16. Muitas empresas ainda tem medo de entrar no e-commerce. Ainda há muitas oportunidades de negócio no e-commerce pouco exploradas.

17. Compras pelo celular estão cada vez maiores. As compras mobile representaram 14% do e-commerce brasileiro no primeiro semestre de 2015.

18. Marketplace é apontado como o futuro do e-commerce. Um exemplo é a Amazon que pretende dominar o mundo com seu marketplace. No Brasil, grandes players do e-commerce se transformam em shopping virtual.

O que virá a seguir? Essa é a pergunta que vale um milhão de dolares.

Artigo por David Ni, Administrador do site Central de Lojas Online

Veja Também:

nova lei do icms ecommerce

Liminar suspende mudança no recolhimento do ICMS no e-commerce

O Supremo Tribunal Federal (STF) concedeu no início da noite desta quarta-feira (17)  liminar que …