Home / Artigos / Plataformas ecommerce / Diferenças entre Loja virtual Open Source e Loja Virtual Alugada

Diferenças entre Loja virtual Open Source e Loja Virtual Alugada

Olá pessoal, neste post gostaria de falar sobre diferenças entre plataformas Open Source e plataformas Alugadas (SaaS).

Loja Virtual Open Source

São plataformas de Código Aberto, ou seja, é um modelo de licenciamento de software em que o código fonte é livre; isso significa que ele pode ser utilizado e modificado por qualquer pessoa de forma livre. Uma comunidade de programadores/desenvolvedores do mundo todo trabalha em prol de melhorias da plataforma para todos se beneficiarem pelo uso do sistema.

Exemplos de plataformas OpenSource:

OpenCart, Magento, Prestashop.  Para usar não é preciso pagar uma mensalidade (diferente de plataformas alugadas), entretanto você precisa de um conhecimento básico de funcionamento de servidores, ter uma hospedagem para fazer a instalação do sistema. – Nada que você não possa aprender, coisa simples 🙂

Nos sites dos principais aqui citados você consegue baixar não só o sistema como também diversos recursos para deixar sua loja profissional: Templates e módulos diversos gratuitos. Há também recursos de temas e módulos que são pagos, que muitas vezes tais recursos não são encontrados de maneira gratuita. E que valem cada centavo investido.

LOJA VIRTUAL ALUGADA

São também conhecidas como SaaS (Software as a Service) são sistemas em que uma determinada empresa desenvolve o serviço e passa a alugá-lo por mês para que você possa usar. Citamos aqui alguns exemplo de Lojas Virtuais Alugadas : Xtech commerce, Nuvem Shop, Iluria. Neste caso a estrutura da loja já vem pré-pronta e você faz a personalização como desejar, porém não é possível dar um plus, como instalar novos templates e plugins, adicionar novas funcionalidades e etc.  As lojas já estão pré-prontas e o usuário colocar no ar em em minutos.  Algumas empresas que alugam lojas virtuais ainda impõem limites de uso, como: PageViews e Visitas. Se a loja exceder a quantidade de páginas visualizadas, ou exceder a quantidade de visitas de acordo com o plano contratador, sua loja sai do ar, entrando em modo ” manutenção” até que você ou migre para um plano de pagamento maior, com mais pageviews e visitas ou então esperar o clico do seu faturamento fechar para a sua loja voltar ao ar normalmente.

Vantagens e Desvantagens :

Vantagens de loja virtual  OpenSource:

– Atualização constante da plataforma: Alta freqüência de atualizações por parte dos desenvolvedores dos códigos.

– Código Livre: Você pode alterar o código fonte para deixar conforme as suas necessidades, se você for programador poderá ainda contribuir com melhorias na plataforma através dos fórum oficiais de cada sistema;

– Baixo Custo em Módulos, Plugins e temas:  Dependendo da plataforma que você for utilizar um tema profissional sai em média U$$20 dólares (o que é muito barato se comparado ao ter de contratar um programador para desenvolver um tema do zero para você);

– Sistema 100% personalizado. Você personaliza como você quiser sua loja;

– SEO Otimizado para os motores de Busca: A maioria dos sistemas de e-commerce open source (pelo menos os aqui citados) toda a sua estrutura é pensada em SEO, o que possibilita trabalha os fatores ON-Page 100% (Url´s amigáveis, meta description,  tag title, atributos ALT e TITLE e etc).

Desvantagens do sistema OpenSource:

Embora não vejo como uma ”desvantagem” cito aqui, pois muita gente não tem paciência ( e nem vontade em aprender sobre desenvolvimento) :

– Qualificação técnica em programação web, ou contratação de um profissional para instalar, configurar e adaptar o sistema, módulo ou o tema que você for utilizar.

– Hospedagem: É preciso ter no mínimo  um servidor em ambiente Compartilhado para poder rodar o sistema. A HostGator conta com planos a partir de R$ 12,99 (no plano Anual);

– Sistemas mais sofisticados necessitam de servidores de alto desempenho, como no caso da hospedagem da plataforma Magento.

 Vantagens do sistema SaaS (Loja Virtual Alugada):

– Baixo custo, comparado ao modelo Open Source em que há necessidade de conhecimentos técnicos ou contratação de uma empresa terceira ou um free lancer para atuar no desenvolvimento e manutenção;

– Atualizações automáticas por parte do provedor do serviço, não necessitando de nenhuma atuação por parte do cliente;

– Fácil customização de layout e funções;

– Suporte técnico incluso de acordo com o plano contratado.  A empresa que oferece a plataforma, é quem cuida da hospedagem e demais contratações que devem ser feitas para que o a loja virtual funcione perfeitamente

– Simplicidade:  Apesar de ser necessário o cadastro e manutenção de todos os produtos, o processo costuma ser mais simples que todos os passos para o funcionamento das lojas OpenSource, onde, dependendo do fornecedor e do que o dono da loja deseja se responsabilizar, pode ser necessária a contratação de diversos profissionais e serviços à parte, que vão garantir, enfim, o correto funcionamento do e-commerce.

Desvantagens do um sistema SaaS (Loja Virtual Alugada):

– Ficar preso a uma empresa; você não tem como levar sua loja para outra empresa. Se sair daquela empresa, você perde sua loja e tem que começar de novo.

– Falta de flexibilidade para alterações de funcionalidade e layout;

– Restrição de acesso a código fonte da estrutura do e-commerce;

– Não permite expansão incluindo adição de determinados aplicativos / funções, ficando a caráter do provedor do serviço desenvolver demais opções conforme demanda de pedidos de outros clientes.

– SEO Engessado: A maioria das plataformas dizem ser ”Otimzadas para o Google’‘ o que não é verdade. Muitas nem sequer podemos trabalhar com urls amigáveis, que é o básico do básico em SEO, exemplo: www.minhaloja.com.br/produto/camiseta-nike-verde. O que é o padrão correto pelas práticas de SEO (Otimização de sites) . Algumas plataformas exibem assim: www.minhaloja.com.br/produtos.php?categoria=5 . E há ainda outros fatores como: Preenchimento automático dos atributos alt e title, nomes dos arquivos de imagem não otimizados, por exemplo: CAM00099.JPG ao invés de: camiseta-nike-verde.jpg,. Há ainda algumas plataformas que possuem limitações de tamanhos de títulos, de tamanhos de texto e impossibilidade de inserção de mais imagens ou vídeos, dificultando muito a criação de conteúdo para os produtos.

Bem, é isso pessoal, nesste artigo procurei postar as principais diferenças entre optar por uma loja virtual alugada ou loja virtual open source. Espero que tenha sido útil para você. 🙂

Veja Também:

xtech commerce

11 Razões para migrar sua Loja para Xtech Commerce

Com preços e recursos que antes só as grandes plataformas de lojas virtuais ofereciam, a …